Capa frente 01 (2).jpg

HOJE EU NÃO FUI EU é um retrato da vida de ausências de um homem que sofre desde a infância. As lacunas nunca preenchidas exigem espaço e isso o leva a transpor essa dor para o papel, assim ele decide registrar momentos em forma de textos poéticos. Hans passou a sua vida buscando entender o motivo pelo qual tantos momentos encobertos sob o manto do ébano se fizeram presentes de uma forma tão particular. Indo em busca de respostas começa a escrever mensagens para externar o que sempre sentiu, porém, nunca as endereçava, e com isso imaginava que ninguém teria conhecimento de seu sofrimento até o dia em que ele deixa de ser quem ele é.

“A brisa gélida e suave dos dias frios de outono me trazia o conforto enquanto eu me submetia ao doloroso, porém necessário, processo de revirar o baú de minha memória em busca de coisas que muito me fizeram sofrer. Não é fácil ter que lidar com aquilo que ainda dói e que tanto te deixa pensar no quanto você já sofreu com aquilo. Mas em certa ocasião ouvi dizer que a cura está no que mais marcou, e talvez seja isso o que eu tanto estivesse procurando. Sempre tive comigo esta sensação de nunca ter sido compreendido, de nunca ter sido completamente aceito pelos outros, mas mesmo assim posso dizer que superei esta fase vivendo no meu modo particular de ser, enclausurando-me quase que por completo em minhas próprias redomas construídas enquanto eu começava a dar os meus primeiros passos no que chamo de ensaio de como ser humano”. (Ronaldo Santos, Setembro de 2017)

WhatsApp Image 2022-03-08 at 21.11.14 (1).jpeg
Lojas_Americanas_Logo.svg.png
Amazon_logo.svg.png
submarino-logo-1.png
Logo_CDA-640w.png