top of page
  • Ronaldo Gomes dos Santos

Outro lado


Sem espaço, sem passos

um alguém para ninguém

tantos horizontes, nenhuma esperança

confinado por dentro

vazio por fora

Assim como todos, eu erro

porém comigo é maior

todos temos imperfeições

todavia

as minhas chamam mais atenção

Promessas vazias

sentimentos alheios

tempo desperdiçado

tenho em mim a perfeita assimetria

o peso da rejeição

a ausência e o anonimato

Será que fiz certo em seguir os instintos?

valerá a pena todo o esforço empenhado?

o quanto é necessário deixar se iludir?

questões devaneiam em minha mente

O silêncio dói

a indiferença mata

o vazio impera

as imperfeições são ampliadas

bottom of page