• Ronaldo Gomes dos Santos

Adão Negro, eis que surge um novo herói?

Atualizado: 25 de out.

Há tempos esperava por esse momento: assistir ao filme Adão Negro! E no dia 17 de outubro, tive a oportunidade de assisti-lo no evento de pré-estreia nacional no shopping Recife.

Também por anos, o ator Dwayne Johnson ansiava por poder realizar essa obra cinematográfica. O emprenho foi tão grande que agora ele é praticamente o responsável por direcionar o novo momento da DCEU a partir deste longa, pois, além de apresentar continuidades à novas narrativas dos super-heróis da DC, os demais longas da Warner Bros Discovery dependem do bom resultado de bilheteria para investir nos próximos lançamentos em 2023.



O que vemos no filme é um belo trabalho onde a união do roteiro, efeitos visuais, atuação do elenco e as grandes cenas de ação, nos conduzem a origem do escravo Teth-Adam que, milênios mais tarde ressurge num mundo carente de defensores, num Egito dominado por vilões com recursos tecnológicos avançados. Após reconhecer a sua história, Adão Negro decide intervir nessa luta relembrando o seu passado e mudando a linha de poder entre os super-heróis e, conduzindo a novos caminhos cinematográficos da DC, isso mesmo, a minha DC está viva minha gente!!!


Me encontro muito empolgando, escrevendo nesse instante, essa crítica e, prometendo a mim mesmo ir novamente à sala de cinema para rever o longa que prendeu a minha atenção do começo ao fim, e o que dizer da cena pós crédito, quer dizer, não posso dizer, não sou favorável a spoilers! Mas digo apenas uma coisa: Assistam!



Da New Line Cinema, chega aos cinemas a aventura de ação estrelada por Dwayne Johnson, Adão Negro, o primeiro longa-metragem a trazer a história do super-herói da DC para a telona, dirigido por Jaume Collet-Serra (“Jungle Cruise”).


Quase 5.000 anos após ter sido agraciado com os poderes onipotentes dos deuses antigos - e aprisionado logo depois - Adão Negro (Dwayne Johnson) é libertado de sua tumba terrena, pronto para levar ao mundo moderno sua forma singular de justiça.


Dwayne Johnson estrela Adão Negro ao lado de Aldis Hodge (série “City on a Hill”, “Uma Noite em Miami”) como Gavião Negro; Noah Centineo (“Para Todos os Garotos que Já Amei”) como Esmaga-Átomo; Sarah Shahi (série “Sex/Life”, “A Hora do Rush 3”) como Adrianna; Marwan Kenzari (“Assassinato no Expresso do Oriente”, “A Múmia”) como Ishmael; Quintessa Swindell (“Viajantes - Instinto e Desejo”, série “Gatunas”) como Ciclone; Bodhi Sabongui (série “Um Milhão de Coisas”) como Amon; e Pierce Brosnan (as franquias “Mamma Mia!” e James Bond) como Senhor Destino.

Jaume Collet-Serra dirige Adão Negro a partir do roteiro escrito por Adam Sztykiel e Rory Haines & Sohrab Noshirvani, autores também do argumento para o cinema, baseado nos personagens da DC.



Adão Negro foi criado por Bill Parker e C.C. Beck. Beau Flynn, Dwayne Johnson, Hiram Garcia e Dany Garcia são os produtores do filme, com Richard Brener, Walter Hamada, Dave Neustadter, Chris Pan, Eric McLeod, Geoff Johns e Scott Sheldon.


Adão Negro, distribuído mundialmente pela Warner Bros. Pictures, estreia nos cinemas e salas IMAX de cinema do Brasil no dia 20 de outubro.


FICHA TÉCNICA


ANO: 2022

PAÍS: EUA

CLASSIFICAÇÃO: 14 anos

DURAÇÃO: 125 min

DIREÇÃO: Jaume Collet-Serra

ROTEIRO: Adam Sztykiel, Rory Haines

ELENCO: Sarah Shahi, Aldis Hodge, Dwayne Johnson, Pierce Brosnan, Quintessa Swindell, Noah Centineo