• Ronaldo Gomes dos Santos

O beijo do rio

Primeiro romance do escritor Stefano Volp, O beijo do rio, aborda questões sensíveis de uma maneira contundente, nos transportando para a história e nos fazendo viver um turbilhão de emoções fortes e intensas!


AVISO DE GATILHO: o livro contém cenas com menções a suicídio e relatos de traumas psicológicos, abusos sexuais e LGBTQIA+fobia.


Pensado originalmente para ser um roteiro de uma série de TV, o livro escrito durante a pandemia, traz uma história que poderia facilmente ter ocorrido, infelizmente. Numa pequena cidade comandada por líderes religiosos, gananciosos que fazem de tudo para manter o seu poderio passado de geração em geração, contribuindo assim de forma brutal para a manutenção de uma tradição abusiva, conhecemos Daniel, jornalista, radicado em São Paulo, que busca se libertar de seu passado vivido naquele local misterioso, mas se vê obrigado a retornar após 10 anos para resolver algo que ele jamais imaginara que pudesse existir.


Se dependesse dele, Daniel nunca mais pisaria em Ubiratã, a pequena e conservadora cidade no litoral sul do Rio de Janeiro onde cresceu. Dez anos haviam se passado desde que cortara contato com todas as pessoas de seu passado e mudara-se para a capital de São Paulo, preenchendo a rotina com sessões de terapia, corridas na avenida Paulista e o trabalho de jornalista investigativo numa conceituada revista.


Mas eis que uma inesperada visita bate à sua porta com um pedido que ele é incapaz de ignorar: investigar a misteriosa morte do melhor amigo de infância, filho do homem mais poderoso da cidade, um grande líder religioso, respeitado por todos e presente nas memórias mais traumáticas de Daniel.


Agora, o jovem jornalista terá de enfrentar medos antigos e trazer de volta à superfície dores profundas que, conscientemente ou não, passou os últimos anos tentando ignorar.


Demorei muito para concluir a leitura, que me consumiu bastante durante a época, confesso que por mais que eu quisesse saber do desfecho da obra, eu precisava tomar fôlego, respirar para poder continuar imerso naquele mundo tão real, tão vívido cuja narrativa é muito visual e se impregna no nosso viver.

Stefano Volp, escritor, roteirista, tradutor e produtor editorial.



TÍTULO: O beijo do rio

GÊNERO: Thriller psicológico, ficção brasileira

EDITORA: Harper Collins

AUTOR: Stefano Volp