• Ronaldo Gomes dos Santos

O grande espetáculo do Homem-Aranha: Sem spoilers!

Quando um roteirista, um editor ou um produtor começam a pensar num projeto cinematográfico, o que eles mais querem é proporcionar uma sensação única com a sua obra, e por essa razão eu não gosto de dar spoilers para não estragar essa experiência única!

E é procurando as melhores palavras que estou escrevendo essa resenha sobre o acontecimento que foi o filme Homem-Aranha: Sem volta para casa. Finalmente consegui assistir ao longa, depois de uma semana doente (inclusive tive que cancelar um ingresso comprado para a semana de estreia). Mas vamos às minhas impressões: confesso que não me deixei levar pelo grande hype em torno dessa história, apesar de gostar do herói, eu fui ao cinema para ver a obra sem grandes expectativas, não seguindo o conselho de levar lenços para os momentos de grandes emoções. (Não chorei!). O filme mostra um Homem-Aranha que evolui ao longo da história, empenhando-se ao máximo para resolver as consequências de seus atos desastrosos. O longa serve como uma homenagem a um dos heróis mais queridos do mundo fantástico da Marvel, além de ser uma ponte para novos grandes acontecimentos que estão por vir no Multiverso. No longa vemos Peter Parker preocupado com o futuro das pessoas mais queridas em sua vida após os acontecimentos da revelação de sua identidade, fato ocorrido no filme em que ele luta com Mysterio. A ajuda do Doutor Estranho é o fato chave para os eventos marcantes dessa narrativa ocorrerem. Daí vem a minha grande expectativa: o desenrolar desse evento no filme Doutor Estranho no Multiverso da Loucura (teaser já divulgado). ASSISTA POR SUA CONTA E RISCO!!!!!!

O filme, de fato, é um acontecimento que celebra não somente esse herói querido da Marvel, mas também aborda questões como ética, valores de vida e responsabilidade diante dos problemas causados por atos inconsequentes, daí a máxima aprendida em outros filmes do Miranha: "Com grandes poderes vem grandes responsabilidades como herói". Vale muito a pena se entregar a essa grande evolução do herói, deixar fluir as suas mais sinceras emoções e nostalgia do jovem Homem-Aranha! SINOPSE Não recomendado para menores de 12 anos Em Homem-Aranha: Sem Volta para Casa, Peter Parker (Tom Holland) precisará lidar com as consequências da sua identidade como o herói mais querido do mundo após ter sido revelada pela reportagem do Clarim Diário, com uma gravação feita por Mysterio (Jake Gyllenhaal) no filme anterior. Incapaz de separar sua vida normal das aventuras de ser um super-herói, além de ter sua reputação arruinada por acharem que foi ele quem matou Mysterio e pondo em risco seus entes mais queridos, Parker pede ao Doutor Estranho (Benedict Cumberbatch) para que todos esqueçam sua verdadeira identidade. Entretanto, o feitiço não sai como planejado e a situação torna-se ainda mais perigosa quando vilões de outras versões de Homem-Aranha de outro universos acabam indo para seu mundo. Agora, Peter não só deter vilões de suas outras versões e fazer com que eles voltem para seu universo original, mas também aprender que, com grandes poderes vem grandes responsabilidades como herói. 16 de dezembro de 2021 / 2h 29min / Ação, Aventura, Fantasia Direção: Jon Watts Roteiro: Chris McKenna, Erik Sommers Elenco: Tom Holland, Zendaya, Benedict Cumberbatch Título original: Spider-Man: No Way Home