• Ronaldo Gomes dos Santos

Sociedade Imediatista

Atualizado: 25 de ago.

ATENÇÃO! TEXTO CONTRAINDICADO A PESSOAS SENSÍVEIS À IRONIA E BOAS VERDADES! Em novembro de 2021, tive a oportunidade de, durante uma de minhas aulas, conversar abertamente com alguns alunos sobre essa cobrança injusta e desnecessária por parte dessa sociedade doentia, sobre resultados e produção dos alunos em geral, e isso me fez ponderar muito sobre coisas que li, escrevi e que pretendo me aprofundar um pouco mais. Durante o nosso tempo tempo de conversa, exibi um trecho de um documentário disponível no catálogo da Globoplay, o Sociedade do Cansaço, baseado no livro do autor sul-coreano Byung-Chul Han, o que nos permitiu ter uma visão ampla daquilo que discutíamos e, eu pude fazer um link com uma postagem publicada no meu perfil do Instagram, o qual reproduzirei a seguir, complementado com um vídeo resumindo em mapas mentais os tópicos abordados na obra do filósofo oriental Na atual conjuntura desta, denominada, sociedade do consumo, deixamos de ser valorizados por quem somos, para sermos mercadorias daquilo que conseguimos produzir. Há tempos eu tenho um incômodo recorrente em minha conduta: eu ainda não aprendi a dizer NÃO! Antes, o que me parecia ser uma demonstração de um coração aberto, disposto a ajudar, solícito e pronto a contribuir, agora me incomoda por não me deixar esquecer de que, apenas sou lembrado nas ocasiões em que as minhas ações são requeridas. Deixei de ser a pessoa Ronaldo, para ser o “produtor-Ronaldo”, pessoa à frente da Indústria de serviços de pronta entrega: Faça seu pedido e, imediatamente o Ronaldo fará a sua entrega! Com um slogan do tipo: “A sua satisfação é a minha satisfação”, e com isso o meu mundo deixa de ser meu, e passa a ser apenas um local de serviços!

Ninguém lembra de que sou humano e, como tal também tenho falhas, apresento limitações e muitas imperfeições, todavia, se eu não produzo o que me foi requerido, imediatamente sou descartado!

Para finalizar esse post/desabafo/deboche, eu pergunto: Quem é você nessa sociedade consumista? Qual papel você desempenha? Já fez o seu pedido hoje?


professor