• Ronaldo Gomes dos Santos

The Batman

A reconstrução de um herói ferido, cujas dores do passado voltarão à tona e trarão novas sensações, é o que iremos encontrar nesse grande filme noir, dirigido por Matt Reeves. Ambientado numa clássica Gotham City corrupta, acompanhamos um herói ferido, cheio de cicatrizes, que recentemente o fizeram ser o Batman, um ser mais atuante que o próprio Bruce Wayne, e que, descobre coisas que ressignificam o seu passado e projetam o seu futuro.

No longa, vemos o Batman mergulhado intensamente na resolução dos enigmas do terrível Charada (Paul Dano). Um filme extremamente denso e tenso, onde a narrativa é sob a perspectiva de um verdadeiro protagonista. Mais alinhado aos traços originais das histórias em quadrinhos, o herói trabalha com a polícia local para desvendar e impedir outras mortes de pessoas ligadas à corrupção. Nessa trajetória, o: "Eu sou a vingança", coopera com Selina Kyle, alter ego da mulher gato, que também procura solucionar o desaparecimento de sua amiga e, enterrar o seu passado.

Em recente entrevista ao The Ringer, o diretor Matt Reeves falou sobre a importância da frase ‘eu sou a vingança’ para a jornada do Batman de Robert Pattinson. “Por mais que ele queira pensar que está fazendo isso para tornar a cidade melhor, é realmente para ele também, para dar sentido à sua vida. E eu não acho que ele entenda o grau em que ele é conduzido dessa maneira, isso é realmente uma vingança pessoal. E é por isso que ele começa nisso, quando ele não diz, você sabe, ‘eu sou o Batman’, como nos filmes de Burton, ele diz ‘eu sou a vingança’. E eu pensei, bem, o que eu adoraria fazer é vê-lo ter um despertar ao longo da história, então ele começa a entender que ele tem que ser mais, que ele tem que mudar, que não basta seguir este caminho de vingança…” Um longa (longa de fato, duas horas e cinquenta e sete minutos de duração), é fortemente recheado com grandes cenas de ação, suspense e mistério, tudo isso no glorioso clima dos filmes noir com uma fenomenal trilha sonora que faz o contraponto da narrativa. Destaque para a música 'Something in the way', do Nirvana, que dá o perfeito tom às cenas. Uma grande produção à altura deste super herói que, há tanto tempo faz parte do nosso imaginário comum. Diferentemente de outros filmes de super heróis, onde o foco parece estar nas cenas de explosões, efeitos visuais e nas participações especiais, o The Batman, brinda a vida do homem morcego, definindo uma nova perspectiva para a sua trajetória nos cinemas e também nos streamings com séries derivadas, como já contou o diretor do longa. É preparar o coração para fortes emoções que estão por vir! Assista ao meu vídeo sobre as impressões do filme:

Trailer oficial:

Sinopse: Batman (The Batman, no original) segue o segundo ano de Bruce Wayne (Robert Pattinson) como o herói de Gotham, causando medo nos corações dos criminosos da sombria cidade. Com apenas alguns aliados de confiança - Alfred Pennyworth (Andy Serkis) e o tenente James Gordon (Jeffrey Wright) - entre a rede corrupta de funcionários e figuras importantes do distrito, o vigilante solitário se estabeleceu como a única personificação da vingança entre seus concidadãos. Durante uma de suas investigações, Bruce acaba envolvendo a si mesmo e Gordon em um jogo de gato e rato, ao investigar uma série de maquinações sádicas em uma trilha de pistas enigmáticas estabelecida pelo vilão Charada. Quando o trabalho acaba o levando a descobrir uma onda de corrupção que envolve o nome de sua família, pondo em risco a própria integridade e as memórias que tinha sobre seu pai, Thomas Wayne, as evidências começam a chegar mais perto de casa, precisando, Batman, forjar novos relacionamentos, para assim desmascarar o culpado e fazer justiça ao abuso de poder e à corrupção que há muito tempo assola Gotham City. Dados técnicos: Lançamento: 03 de março / Ação, Policial, Suspense / 2h57 min Direção: Matt Reeves Roteiro: Matt Reeves, Peter Craig Elenco: Robert Pattinson, Zoë Kravitz, Paul Sano